CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS

Os cuidados de saúde primários representam o primeiro nível de serviços de saúde pessoais numa comunidade. Estes serviços preocupam-se com toda a população, tanto na saúde como na doença, visando proteger e melhorar o seu estado de saúde, promovendo comportamentos e atitudes saudáveis e prestando cuidados de saúde acessíveis, contínuos e completos para as necessidades do indivíduo ao longo da sua vida.

Estes cuidados, implementados durante o século XX, conseguiram melhorar a saúde de forma significativa. Doenças como sarampo, poliomielite ou varíola foram controladas ou erradicadas, a mortalidade neonatal e infantil teve um declínio significativo e a esperança média de vida aumentou substancialmente nos últimos anos. Os cuidados de saúde primários contribuíram largamente para que estes ganhos de saúde fossem possíveis.

Os cuidados de saúde primários são essencialmente baseados em métodos e tecnologias práticas, cientificamente idóneas e socialmente aceitáveis, tornadas universalmente acessíveis para a pessoa singular ou famílias de todo o mundo, através da sua participação integral e a um custo acessível tanto à comunidade, como ao país.

Este serviço passa também pelo diagnóstico e tratamento de doenças e lesões, por elementos críticos da promoção da saúde e prevenção de doenças e lesões.

Existem, assim, cinco dimensões do cuidar em cuidados de saúde primários:

É importante sensibilizar e educar o utente – garantindo cuidados de saúde e serviços relevantes para a comunidade, de acordo com as necessidades de cada população. A participação da comunidade e a implementação das agendas de saúde devem ser recorrentes.

Usar uma comunicação eficaz – sobre saúde, entre profissionais e utentes, sendo clara e direta.

Trabalho em equipa no momento da prestação de serviços de saúde – As formas de cuidado devem basear-se nas necessidades de saúde e ser adaptados de forma adequada ao desenvolvimento social, económico e cultural da comunidade.

Os cuidados devem ser centrados no utente – compreender as necessidades individuais do paciente – e a prática clínica. Não esquecer que os serviços de saúde devem ser equitativos e universalmente acessíveis.

Aprendizagem constante e investigação contínua – práticas de investigação reflexiva e manutenção da perícia profissional bem como procurar utilizar sempre a tecnologia mais apropriada.

Valorizar a saúde em todos os momentos é de extrema importância, sendo de extrema importância a prática de enfermagem e medicina.

CUIDAR DE SI FAZ PARTE DE NÓS.
NATURIDADE.

close

Subscreva a nossa newsletter.

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.